Make your own free website on Tripod.com

A banda, the brilliant green é uma das boas revelações no J-Pop nos últimos anos e na minha opinião umas das melhores no momento. O estilo deles é o rock, mas na percepção clássica, não pesado. A música deles tem muitas influências do rock americano dos anos 60 e 70.

A banda é formada, pelo baixista Shunsaku Okuda nascido no dia 11 de julho de 1971, pelo guitarrista Ryou Matsui nascido no dia 11 de fevereiro de 1972 e pela vocalista e letrista Tomoko Kawase que é mais conhecida como TOMMY. Ela têm 1,62 m de altura, o tipo sanguíneo B e nasceu no dia 6 de fevereiro de 1975 em Kyoto.

Matsui e Okuda já tinham a própria banda deles e conheceram TOMMY quando ela estava cantando numa casa de shows e pediram para que ela se juntasse a eles. Durante dois anos eles tocaram independentemente até serem descobertos pela Sony Music.

Logo depois eles lançaram seus dois primeiros singles, no outono de 1997, "Bye Bye Mr.Mug" e "Goodbye and Good Luck". Ambos fizeram razoável sucesso, mas nada de extraordinário. Mas na primavera de 1998 eles estouraram com o single "There will be love there ~ ai no aru basho ~", que foi usado como canção tema de uma novela. Essa música é a típica que se gosta logo na primeira vez que se ouve. O quarto single deles, "Tsumetai Hana" foi lançado logo depois e teve igual êxito, consolidando o sucesso da banda. Então o primeiro álbum deles, que leva o mesmo nome da banda, foi lançado e vendeu mais de um milhão de cópias em poucos dias. O álbum foi muito bem recebido, provando que a banda não era apenas uma "one hit wonder".

          

Uma característica marcante do the brilliant green, é a utilização do inglês nas músicas sendo que quase todas as canções deles contêm palavras em inglês. Eles usam o inglês, muito mais do que as bandas japonesas em geral e várias canções deles são completamente em inglês !!! Cantar canções inteiras em inglês é um tanto ousado em se tratando de bandas japonesas, visto que a pronúncia do inglês pelo japonês médio é horrível. Mas surpreendentemente as letras são perfeitamente compreensíveis e às vezes elas são até mesmo poéticas. A pronuncia do inglês de TOMMY não é ruim, não que seja boa mas bem acima da média. Ainda sobre a composição das letras em inglês, ela não é perfeita, como por exemplo em "Tsumetai hana" em que é suposto que se diz "I'm feeling like myself again, I'm feeling better now", mas na canção se omite a palavra "like" o que muda o significado inteiro da oração. Mas erros desse tipo são raros.

Depois do lançamento do 1° album, no começo de 1999 eles lançaram os singles "Sono Speed de" e "Nagai Tameiki no Youni", com destaque para o primeiro.

    

No mês de setembro de 1999, the brillint green lançou o excelente single "Ai no Ai no Hoshi", um mês depois a banda lançou seu segundo album, "Terra 2001" que como o anterior também é de excelente qualidade. Logo após o lançamento do album, o 8° single da banda "Call My Name" foi lançado. Esta canção possui duas versões, sendo uma em japonês e outra em inglês e no dia 1° de dezembro de 1999, eles lançaram o single "Bye! My Boy!", música que abre o album "Terra 2001".

      

 

the brilliant green - Official Web Site

[KNP J-Pop Page][Guestbook][KNP][E-Mail]

 

Resolução Recomendada: 800 X 600

Midi: There will be love there

KNP © 2000