Make your own free website on Tripod.com

AMURO NAMIE - LOVE 2000 Version

[SWEET 19][KNP J-Pop Page][Guestbook][KNP][E-Mail]

 

Se você teve qualquer contato com J-Pop nos últimos anos, provavelmete deve ter ouvido falar da Amuro Namie. Intitulada como "A Rainha do J-Pop" por muitos, Namie foi a japonesa mais popular e amada dos anos 90. Amuro Namie, nasceu na Cidade de Naha em Okinawa no dia 20 de setembro de 1977 e ela é 3/4 japonesa, pois a avó dela é mestiça de italianos e japoneses. Na infância, Namie engressou no "Okinawa Actors School" e ao lado da instrução regular, ela teve aulas de dança, canto e atuação. [Nota: "OAS" se tornou uma escola famosa de artes e que produzem desde então muitos outros artistas de sucesso como Speed, D&D, Da Pump e Rina Chinen mas Namie é que fez o nome da escola]. Em 1992 à idade de 14 anos, ela e outras quatro alunas formaram um grupo chamado The Super Monkeys e teve o primeiro single lançado logo em seguida pela Toshiba/Emi.

Devido a maior exposição, Namie logo tornou-se a líder do grupo, que passou a se chamar então, "Namie Amuro and The Super Monkeys". Pouco a pouco o som delas evoluiu de um Pop Dance para um som mais rápido e eletrônico. Elas realmente estouraram depois de ter vendido 1.5 milhões de cópias do quinto single delas, "Try Me". Depois do sétimo single, Namie saiu do grupo para começar a carreira solo. Alguns meses mais tarde, ela foi apanhada pelo influente produtor Tetsuya Komuro (conhecido como TK) e contratada pela Avex Trax. As outras quatro meninas do Super Monkeys também assinaram com Avex Trax e mudaram o nome para MAX (abreviação Maximmum Active eXperience ) e tornou-se também um grupo de muito sucesso.

Começava então, o fenômeno Amuro Namie. No dia 25 de Outubro de 95, foi lançado o primeiro single solo dela, "Body Fells Exit", este era o começo de uma enchurrada de sucessos seguidos como: "Chase the Chance", "Don't Wanna Cry", "You're my sunshine" e "Sweet 19 Blues". Estes sucessos fizeram da Amuro Namie o maior expoente da família, TK de artistas.

        

Em 1996, Namie, praticamente dominou a cena da música japonesa com primeiro álbum dela pela Avex Trax, "Sweet 19 Blues". Este album é um dos mais vendidos de todos os tempos no Japão e fez da Amuro Namie a única artista solo feminina a aparecer no ranking da Oricon dos 10 Cd's mais vendidos da história no Japão!

       

No ano seguinte, Namie continuou com o mesmo sucesso, com os singles "A Walk in the Park", "Can You Celebrate?" (que foi nada menos que o single mais vendido daquele ano), "How to be a Girl" e "Dreaming I was Dreaming". Também em 1997, Namie lança o segundo album dela, "Concentration 20".

        

Até então tudo o que Namie tocava virava ouro, mas em 1997 aconteceu um fato que marcou e afetou profundamente a carreira dela. Namie engravidou e se casou em outubro do mesmo ano com Masaharu Maruyama, mais conhecido como Sam, de 36 anos (na época) e muito feio por sinal, dançarino de outro famoso grupo de TK, TRF. Alguns dias depois das notícias, ela anunciou que iria interromper a carreira por certo tempo, por causa do bebê. Muitos fãs estraram em pânico com medo que isso pudesse conduzir a uma aposentadoria permanente. Os fãs de J-Pop já viram muitos ídolos famosos deixar de fazer música depois de casados e com família, assim sendo há uma razão boa para preocupação pela carreira de Namie. Durante quase todo o ano de 1998 Namie esteve reclusa e distante do show bizz, somente foi noticiado que ela deu a luz a um menino em Maio e muito pouco foi conhecido sobre as atividades dela como artista. Só na última véspera de ano novo, ela reapareceu à cena músical no tradicional "Kouhaku Utagassen" da NHK. Namie ao invés de cantar o novo single dela então, preferiu cantar "Can you Celebrate ?" e tal foi a emoção dessa volta dela as atividades como artista, que ela começou a chorar no meio da música e mal pode terminar a canção. Uma amiga minha disse que todos os jornais noticiaram que as mulheres só ganharam o "Kouhaku Utagassen" de 98, por causa da Namie.

Após um ano de interrupção, Namie lançou o single "I have never seen", que levou só 2 dias para vender mais de um milhão de cópias. Também em 1999, ela lançou os singles "Respect the Power of Love", "Toi et Moi" e "Somethin' Bout the Kiss", sendo este último o primeiro desde que começou a carreira solo, não produzido por TK.

        

Mas 1999 foi um ano a ser esquecido para Namie, pois os seus singles não alcançaram o mesmo sucesso de anos anteriores. Os que tiveram melhor desempenho na parada dos mais vendidos de 1999 foram: "I have never seen" (29°) e "Respect the Power of Love" (41°), números bastante modestos se tratando de Amuro Namie. Porém os problemas dela não se resumiram apenas a carreira, pois no começo daquele ano, a mãe dela foi assassinada pelo próprio cunhado (atropelada) que logo depois cometeu suicídio (tomando veneno).

Namie começou o ano 2000 lançado o single "LOVE 2000", logo no primeiro dia do ano e no dia 26 de janeiro o album, "Genius 2000", que teve a produção de TK e de Dallas Austin.

  

 

Amuro Namie - Official Web Site

Amuro's glamour revealed

Namie Amuro Web Site

 

KNP J-Pop Page

Resolução Recomendada: 800 X 600

Midi: I have never seen (Amuro Namie)

KNP © 2000